Livraria Cultura

Campinas recebe, no Teatro Castro Mendes, o melhor tributo a Elvis Presley

O inglês Pete Storm, vencedor dos principais concursos europeus, canadenses e norteamericanos de tributos ao Rei do Rock, realiza apenas cinco shows no Brasil. A apresentação em Campinas será no sábado, 22 de março, às 21h30.
Fonte: Ateliê da Notícia
Vencedor de diversos concursos europeus, norteamericanos e canadenses como o melhor Tributo Elvis Presley, o inglês Pete Storm inicia curta turnê no Brasil e desembarca em Campinas, no sábado, 22 de março, às 21h30, no Teatro Castro Mendes, com o show “The King is Back”. Sucesso de público e crítica, além de ser considerado o maior fenômeno "Elvis Presley" do mundo, foi o vencedor do Worldwide Ultimate Elvis Tribute Artist Contest entre mais de cinco mil concorrentes.
A performance de Pete Storn pode ser conferida em vários vídeos postados no youtube :

Acompanhado de uma super banda e coral esta será a primeira vez que Peter Storn apresenta-se no país. Ele promete atrair uma das maiores legiões de fãs de Elvis Presley existentes no mundo.  Os ingressos para o show “The King is Back” custam de R$ 90,00 a R$ 120,00 (inteiras), na segunda e primeira plateia, respectivamente. Descontos de meia entrada para professores, estudantes, maiores de 60 anos e funcionários públicos. A venda está sendo feita unicamente na bilheteria do Teatro Castro Mendes, de terça a domingo, das 16h às 21h. Informações pelo telefone (19) 3272-9359 e pelo infoline (19) 992616555.
A temporada no Brasil será apenas de 19 a 29 de março (dia 19, em São Paulo, Capital; 22 em Campinas; 27 em Salvador; 28 em Aracaju; e 29, no Recife). O Brasil está entre os 10 países com o maior número de fãs do Rei do Rock no ranking mundial. No Facebook, são sete milhões de brasileiros na página de Elvis, o segundo maior número depois dos Estados Unidos. Oficialmente existem 400 fã-clubes cadastrados no www.elvis.com, e estimam-se outros 200, em todo o mundo, não cadastrados na Elvis Presley Enterprises.
Sobre Pete Storm
Nascido e residente em Londres, Pete Storm já se apresentou em todo o mundo, tendo chegado há poucos dias de uma tour de shows de enorme sucesso na Austrália. Consagrado como um ETA (Elvis Tribute Artist) e reconhecido internacionalmente, há mais de 6 anos  corre o mundo com  shows em tributo ao Rei do Rock.

Fã de Elvis desde criança, Pete guarda com carinho o clipe em que, aos 5 anos de idade, cantou “Mean Woman Blues”  com sua mãe.  A ideia de tornar-se um ETA (Elvis Tribute Artist ) surgiu quando cantando em um bar de karaokê durante as férias em Tenerife, na Espanha. O dono do estabelecimento ficou tão impressionado que lhe pediu para ficar no país, oferecendo-lhe trabalho  para cantar com a sua banda residente.
Ao voltar para Inglaterra realizou aulas de canto profissional para fortalecer a voz e para alcançar, em particular, a nota alta no final do “American Trilogy". Depois de três anos conseguiu o que queria. 
A trajetória de Pete Storm, na condição de ser o protagonista do principal espetáculo de tributo a Elvis Presley, é repleta de sucesso. Premiado nos mais importantes concursos como o melhor Tributo ao Rei do Rock'n Roll de todos os tempos, ele também é o vencedor no Worldwide Ultimate Elvis Presley Tribute Artist Contest, sendo o número um entre mais de 5 mil concorrentes de todo planeta.
Em abril de 2010, no “Imagens do Rei”competição realizada em Porthcawl , País de Gales,  terminou em 3 º lugar. Em março de 2011, tornou-se o Campeão Europeu Masters, o que o incentivou a voltar ao concurso  “Imagens do Rei” em Porthcawl, para, desta vez, sagrar-se campeão. Em julho, no Canadá para competiu no maior Festival Elvis do mundo e, em sua primeira tentativa, tornou-se o Collingwood Grand Champion. No mês seguinte, realizou o sonho de sua vida ao visitar a terra natal do ídolo – Graceland, em Memphis Tennessee , nos EUA , onde venceu o Campeonato Mundial “Imagens of Elvis”.

Sobre Elvis Presley
Elvis Aaron Presley nasceu 8 de janeiro de 1935 e faleceu em 16 de agosto de 1977. Mundialmente denominado como o Rei do Rock, principalmente pelo timbre da sua voz que atingia, segundo especialistas, notas musicais de difícil alcance, pelo virtuoso senso rítmico e pela força interpretativa. É considerado um dos melhores cantores populares do século XX. Começou a carreira em 1954 na gravadora Sun Records. Foi um dos criadores do rockabilly, uma fusão de música country e rock´n´roll.
Trinta e seis anos após sua morte, ele ainda é o artista solo detentor do maior número de "hits" nas paradas mundiais e, também, o maior recordista mundial em vendas de discos em todos os tempos, com mais de 1 bilhão e meio de discos vendidos em todo o mundo.
Foi o artista mais premiado do mundo, tendo recebido 150 discos de ouro, platina e multiplatina. Um total de 149 de suas canções entraram na classificação dos 100 melhores títulos dos EUA, no ranking semanal Billboard Hot 100. Estimativas apontam que 40% do total de vendas de seus discos provinham de fora dos EUA. Indicado 14 vezes ao Grammy, recebeu três premiações. Estima-se que o cantor tenha vendido entre 1 bilhão e 1,5 bilhão de álbuns, mais da metade deles depois de morto.
Elvis recebeu o maior cachê da história por uma aparição televisiva: foram pagos a ele US$ 125 mil por seis minutos no ar durante o “Especial Frank Sinatra – Timex”. O programa rendeu à ABC-TV 41,5 pontos de audiência. Foi protagonista de 31 filmes.  Aos 36 anos foi premiado com o Grammy Lifetime Achievement Award (conhecido como prêmio Bing Crosby), um mérito pelo conjunto da obra de um artista. Os correios americanos criaram 500 milhões de selos comemorativos com a imagem de Elvis.
Atualmente estima-se que sejam arrecadados cerca de US$ 55 milhões/ano (cerca de R$ 110 milhões) entre venda de discos, licenciamento de músicas e uso de imagem nos mais diversos produtos. De acordo com levantamento feito pela revista Forbes, o cantor está atrás apenas de Michael Jackson na lista dos mortos mais rentáveis.

Nenhum comentário:

Postar um comentário