Edson & Hudson se apresentam na Red com renda para o Hospital Boldrini

Dupla vai cantar acompanhada dos 35 violeiros que compõem a Orquestra Paulistana de Viola Caipira

Fonte: Vinicius Oliveira
Stampa Comunicação

 Foto: Marco Maximo - 
 Divulgação

A dupla Edson & Hudson é a atração da Red Eventos no dia 20 de maio. O show inédito, com a presença da Orquestra Paulistana de Viola Caipira, marca a segunda edição do Encontro de Violas do Projeto Arte do Bem  2016.  Os ingressos a partir de R$ 40,00 (meia) e R$ 80,00 (inteira) já estão disponíveis nos pontos de venda (veja lista abaixo) e também pelo site guicheweb.com.br.

Nascidos e criados em família circense, os irmãos Cadorini tiveram grande apoio do pai, o palhaço e acrobata Beijinho, que percebeu o carisma e o talento dos filhos ainda quando crianças. Incentivados pela família, começaram a cantar desde muito novos. Inicialmente, utilizavam os pseudônimos de Pepi e Pupi e apresentavam-se em praças públicas, bares, rodeios, bailes e circos. Acostumados desde cedo aos espetáculos e à estrada, logo adquiriram a experiência necessária para mostrar o potencial que tinham para a música.

Ator conta história real de superação no espetáculo Se fosse fácil, não teria graça
Fonte: Ateliê da Notícia
Ao descobrir ser portador de esclerose múltipla, Nando Bolognesi decidiu superar as dificuldades da doença degenerativa e incurável. Usou sua experiência como clown na vida real para contar, de maneira emocionante e divertida, como tem enfrentado as situações mais corriqueiras.
Baseado no livro Um palhaço na boca do vulcão (editora Grua), de Nando Bolognesi, o espetáculo Se fosse fácil, não teria graça estreia nesta quinta-feira, às 21h, no teatro Tucarena (Rua Monte Alegre, 1024, Perdizes), em São Paulo).   A peça estará em cartaz todas às quintas-feiras, no período de 12/05/16 à 04/08/16 (exceto dia 30/06).
Os ingressos custam R$ 50,00 (inteira) e R$ 25,00 (meia), podendo ser adquiridos na bilheteria do teatro ou pela Ingresso Rápido (www.ingressorapido.com.br).
Se fosse fácil não teria graça é uma tragicomédia que pode ser considerada a primeira sitdowntragedy, pois faz rir e chorar e convida o público a repensar o modo de estar no mundo e a enxergar a vida. A peça tem 80 minutos de duração. A censura é para 12 anos

Neurologista reforça a importância do Dia Mundial da Fibromialgia


Objetivo da data é esclarecer informações sobre esta doença crônica degenerativa que acomete principalmente as mulheres na fase adulta

Fonte:
 Assessoria de Imprensa Karina Fusco



           Dia, 12 de maio, é comemorado do Dia Mundial da Fibromialgia. A doença que é caracterizada por dores crônicas no corpo, inclusive na coluna e de cabeça, cansaço constante, esquecimentos, ansiedade e até depressão, acomete principalmente mulheres entre 35 e 60 anos.

           Estima-se que aproximadamente 3% da população brasileira, ou seja, quatro milhões de pessoas, sofra com o problema e que, desse total, apenas 0,5% sejam homens. Embora seja antiga, a fibromialgia passou a ser reconhecida como doença somente em 1990, segundo a Associação Brasileira dos Fibromiálgicos (Abrafibro).

O médico neurologista e neurocirurgião Diogo Valli Anderle, de Campinas, esclarece que, apesar da queixa clínica, o histórico da doença e do exame físico serem extremamente sensíveis e específicos para a fibromialgia, não se pode deixar de avaliar se existem problemas reumatológicos e neurológicos “O paciente muitas vezes convive com sintomas generalizados, a sensibilidade do corpo sofre alterações e as dores mudam de lugar”, afirma. “Mas é no exame clínico e físico, realizado em consultório, que conseguimos chegar ao diagnóstico e descartar outras doenças. São pressionados de forma sistematizada 18 pontos dolorosos e quantificados o grau de dor. Para fechar o diagnóstico também podemos utilizar um aparelho chamado Algômetro de Pressão, que visa quantificar através de estímulos físicos a capacidade de percepção e de tolerância dolorosa”, completa.

Rafael dos Santos e Eduardo Lobo fazem apresentação gratuita no MACC em Campinas

Fonte: Assessoria A2N

Duo apresenta repertório do novo CD, Viajante, no dia 19, às 19h30, dentro da programação do “Quinta no Museu”
 
No próximo dia 19, o Museu de Arte Contemporânea de Campinas “José Pancetti” (MACC) promove nova edição da “Quinta no Museu”. Dentro da programação, às 19h30, Rafael dos Santos e Eduardo Lobo realizam concerto gratuito, mostrando ao público, entre outras peças, composições do CD Viajante, o primeiro trabalho do duo, gravado com o apoio da Prefeitura Municipal de Campinas via FICC.

Eventos gratuitos promovidos por Médicos Sem Fronteiras conectam Campinas com a ajuda humanitária

Fonte: Damaris Giuliana 
Assessora de Comunicação


De 11 a 22 de maio, organização internacional apresenta exposições, filmes, debates e contação de histórias para diversos públicos, das crianças aos profissionais especializados
A partir de hoje até 22 de maio, Campinas será a primeira sede do Conexões MSF, que leva a cidades brasileiras eventos sobre a organização internacional Médicos Sem Fronteiras (MSF) e o tema da ajuda humanitária. Conexões MSF, organizado em colaboração com instituições e empresas locais, inclui exposições, filmes, conversas, além de uma intervenção artística num muro da cidade.